nuvem2.png
alemao_sph-crop-u238782.png
b1.png
baloeiro.png
nuvem2.png
nuvem1.png
lemaoart.png
“Pegava giz, tinta, caneta, lajota e desenhava na calçada desde criança.
Fazia arte de rua e nem sabia o que era isso”

O garoto Anderson Ferreira Lemes não sabia o que era grafite quando pintou o muro do colégio em que estudava em Assis, sua cidade natal. Inspirado por sua infância, o artista traz para suas obras um universo multicolorido, personagens nonsense imersos em uma narrativa surrealisticamente doce. Mas, repare bem, em meio a tanto lirismo, Alemão não abre mão de se posicionar e fazer críticas à sociedade e alguns de seus comportamentos mais destrutivos e nocivos. Afinal, arte é rebeldia e resistência, mesmo quando se trata da efemeridade dos muros. Sua poética visual, sensível e intensa, se conecta às pessoas de todos os cantos do mundo, e a contemporaneidade do seu fazer artístico vem deixando um legado singelo e repleto de beleza.

sg1.png
balao2.png